Buscar
  • centrohansjonasbra

Nota do GT Hans Jonas: O desaparecimento de Dom Phillips e Bruno Pereira

O desaparecimento de Dom Phillips e Bruno Pereira é parte da atual política federal de pilhagem e destruição da Amazônia


Diante do desaparecimento e provável assassinato de Dom Phillips e Bruno Pereira no Vale do Javari, no Amazonas, nós, pesquisadores/as, professores/as e estudantes do Grupo de Trabalho Hans Jonas, da ANPOF (Associação Nacional de Pós-graduação em Filosofia do Brasil), consternados, manifestamos preocupação com a situação de violência contra defensores ambientais, povos indígenas e demais comunidades tradicionais, em especial na Amazônia.


Infelizmente, o desaparecimento de Dom Phillips e Bruno Pereira não é um caso isolado. Faz parte de uma estratégia de depredação do patrimônio natural brasileiro, incentivado pelo atual governo federal que vem incentivando práticas ilegais e criminosas que, antes, deveriam ser punidas, e colocando em prática uma política de desmonte dos órgãos de fiscalização e das políticas públicas de proteção ambiental.


Todos esses crimes - contra as pessoas, os animais e a natureza em geral - coloca o nosso país na vanguarda da agressão e da violência, cujos custos vêm sendo pagos pelas gerações de agora e do futuro, na forma de reiteradas catástrofes ambientais resultantes de toda destruição da natureza que vem sendo levada a cabo em nosso país.


Como pesquisadores da obra de um dos filósofos que manteve grande preocupação com esse problema, denunciamos tais atrocidades, responsabilizamos o governo federal e cobramos medidas efetivas para investigar e julgar os culpados, ao tempo em que conclamamos a sociedade brasileira a assumir, de uma vez por todas, a responsabilidade pela natureza. Para o bem do Brasil, dos brasileiros e das brasileiras, no presente e também no futuro, que está sendo cada vez mais comprometido.

GT HANS JONAS

CENTRO HANS JONAS BRASIL




29 visualizações0 comentário